sábado, 1 de dezembro de 2012


UMA VIAGEM INESQUECÍVEL –

Parte II (Ormuz Barbalho Simonetti)

-continuação -

         ... Seu filho resolve que acompanharia o pai, 
para ajudá-lo nas providências, na certeza que 
chegariam ao Chile no dia seguinte. Enquanto 
a aeronave taxiava, recebe uma mensagem 
do guichê da TAM para interromper a 
manobra e aguardar. Na confusão criada 
por não poder embarcar, meu amigo 
esqueceu que o documento de identidade 
de sua esposa estava com ele. Sem a posse 
desse documento, ela não passaria pelo balcão 
da emigração no Chile, e teria que retornar 
ao Brasil. Poucos minutos depois, um dos 
tripulantes dirige-se a ela e lhe entrega o 
documento que um funcionário da companhia 
viera às pressas entregar no avião. Inicia-se 
novo taxiamento e mais uma vez é 
interrompido. Os passageiros já começavam 
a se perguntar o que estaria acontecendo 
quando novamente o mesmo tripulante, 
com cara de poucos amigos, entrega a 
esposa do meu outro amigo sua identidade, 
que também havia ficado com ele e que 
certamente acarretaria o mesmo problema
 no desembarque.
         
         Ufa! Enfim partimos. Lá estava 
eu, com a cabeça a mil, me perguntando 
como seria o desembarque em Santiago,
já que eu era cego de guia, em se tratando 
de outro país. Mas, nada podia fazer. 
Dentro daquele enorme avião, me sentia 
menor que um grão de mostarda diante 
do que me aguardava. E, como se 
diz lá pelo interior do mato, estava 
literalmente pelo beiço. Como não 
adiantava estrebuchar, entreguei a Deus!
       
     As horas se passavam e a preocupação
 me atormentava. Eu, no papel de 
“Cadinho”, personagem da novela 
Avenida Brasil, responsável pelas 
três mulheres sem saber o rumo que tomaria.
         
      De repente, não mais que de repente,
 o local foi tomado por um enorme mau 
cheiro. Minha esposa que sofre de cefaléia 
e não pode sentir fortes odores, logo 
ficou preocupada. Depois de curta 
investigação, notamos que a passageira 
sentada na poltrona ao lado, uma americana
de aspecto sinistro, que tinha embarcado 
em São Paulo, havia tirado as meias dos 
pés e as brandia como se quisesse secá-las. 
O odor era tão forte que os passageiros 
mais próximos, entreolhavam-se como 
se não acreditassem na cena grotesca 
que presenciavam.
        
        Isso nos fez lembrar outro episódio 
semelhante quando embarcamos de Natal 
para São Paulo. Minha esposa, que 
integra a estatística de 42% da população 
brasileira que tem medo de voar de avião, 
ficou mais tranqüila quando identificou, 
no passageiro que sentou na poltrona 
do seu lado, um provável pastor evangélico. 
O homem ao se sentar, sacou de uma bíblia 
e começou a lê-la mentalmente. Com uma
hora de vôo o indivíduo já dormia 
profundamente. Começamos então a 
sentir um forte mau cheiro, que mais 
lembrava comida estragada. Instantes 
depois, descobrimos que o responsável 
por exalar aquele mau cheiro era o pastor,
que de boca aberta e dormindo a sono 
solto, incontinenti, impregnava o 
ambiente com um hálito devastador, 
daqueles capazes de acabam comício de 
interior.
        
     Faltando pouco tempo para a 
aterrissagem, passa um comissário 
de bordo e distribui com os “passageiros
 estrangeiros” que desembarcariam em 
Santiago, um formulário escrito em 
espanhol. Depois vim saber que se 
tratava de uma DECLARAÇÃO DE 
ADUANAS. Embora identificando 
algumas palavras, não conseguia 
entender completamente o que estava 
escrito naquele papel.
        
       Quando se viaja para outro país, 
os amigos que por ventura lá já estiveram, 
logo se apressam em informar o endereço 
de onde se faz boas compras, onde se 
localizam os bons restaurantes, os locais 
de visitas indispensáveis, os melhores 
passeios etc. Infelizmente, não se 
preocupam em informar ao passageiro
de primeira viagem, como era o nosso 
caso, e ainda por cima viajando por 
conta própria, isto é, sem contar 
com os serviços de uma agência de 
viagens, que, para se adentrar em 
outro país, é necessário passar pela 
policia de emigração. Aquele papel 
entregue pelo comissário de bordo - 
Declaração de Aduanas -, é justamente 
para ser preenchido com os dados do 
viajante, e que serão confrontados com 
os documentos de identidade, no 
guichê da emigração. Após esse
procedimento, a entrada é autorizada 
através de um carimbo, que determinará
 inclusive, os dias que o indivíduo 
poderá permanecer no país. A guarda 
desse documento é de vital importância,
pois, por ocasião da saída do país, o
mesmo documento será exigido. 
O seu extravio acarretará enormes 
problemas e nesse caso, a solução passará 
inevitavelmente pela Embaixada.
      
        Preenchemos o documento da 
maneira que achávamos ser o mais 
correto, porém, isso teve lá suas 
conseqüências, quando apresentado 
no guichê da emigração. A policial 
chilena, muito mal humorada, talvez fosse 
uma solteirona mal resolvida, pois era 
desprovida de qualquer sinal de beleza 
estética, terminou por se aborrecer, em 
virtude da falta de alguns dados, 
que tiveram que ser refeitos ou 
complementados. Até que fosse 
estabelecido um mínimo de 
comunicação com aquela chilena 
raivosa, falando apressadamente e em
um espanhol de difícil compreensão, 
passamos por alguns momentos de estresse.
        
     Enfim, resolvido mais esse problema, 
tomamos um taxi, que tive o cuidado de 
contratá-lo dentro do aeroporto, evitando
assim problemas futuros. Depois de nos 
acomodarmos na van, já que éramos 
quatro passageiros e bagagem de seis 
pessoas, me dirigi ao motorista com 
ares de viajante experiente: Hotel Neruda, 
por favor! Sim señhor, respondeu o chileno.
       
       Durante o percurso, uma distância 
de 35 a 40 quilômetros, procurei manter 
algum diálogo com o taxista, para ir 
me familiarizando com o idioma. 
Perguntei-lhe sobre a distância até o 
centro da cidade, sobre a temperatura 
e por fim sobre os pontos turísticos 
mais visitados. Ele, ao contrário da 
policial truculenta, muito educado, 
procurava de todas as maneiras 
atender aos meus questionamentos 
e satisfazer, a medida do possível, 
minhas curiosidades. Foi então que atônito, 
descobri mais uma das nossas trapalhadas.
     
        O dia 1 de novembro, Dia de Todos
os Santos, é feriado nacional. Em 
seguida, o dia 2 – dia de finados -, 
igualmente feriado, onde se reverencia 
a memória dos mortos, como na 
maioria dos países que têm como 
predominância, a religião católica. 
E o dia 3, sábado, nos informava
 que o comércio funcionaria 
precariamente em razão dos 
feriados anteriores, ou como 
costumamos chamar por aqui 
de feriadão. Resultado: três dias 
com praticamente tudo fechado em 
Santiago. Somente os Shoppings, 
como de costume, estariam em 
pleno funcionamento. No afã da 
viagem, esquecemos do mais 
importante: o planejamento.
E como se diz aqui em nossa terra
“além de queda, coice!

Com presença de Ophir, OAB/RN 

realiza solenidades em 

comemoração aos 80 anos 

da Seccional Potiguar

por Anne Medeiros
Imagem Interna














A Ordem dos Advogados do Brasil no Rio Grande do Norte 
realiza na próxima segunda-feira (03) solenidades em 
comemoração aos 80 anos da Seccional Potiguar 
com a presença do presidente nacional da OAB, 
Ophir Cavalcante. Na programação, estão previstos: 
lançamento da pedra fundamental da nova sede 
da Seccional, inauguração do Largo Advogado 
Raimundo Nonato Fernandes, bem como 
homenagens aos ex-presidentes, aos advogados 
mais antigos em atuação no Estado, funcionários, 
bem como será comemorado o centenário de 
Otto de Britto Guerra e entregue a 
Medalha Amaro Cavalcanti.

O lançamento da pedra fundamental acontecerá às 

15h30 no terreno que fica no bairro de Candelária. 
A nova sede, que terá as obras iniciadas no 
primeiro semestre de 2013, contará com auditório 
para 500 pessoas, salas para Escritório Modelo,
Clínica do Advogado, Assistência Jurídica, 
Caixa de Assistência do Advogado 
e Escola Superior de Advocacia.

A inauguração do Largo Advogado Raimundo 

Nonato Fernandes 
será às 17h na sede da OAB/RN em Cidade Alta. 
A homenagem in memorian contará com a 
presença dos familiares do ilustre advogado 
que muito honrou a Advocacia do Rio Grande do Norte.

Já as homenagens aos ex-presidentes, aos 

advogados mais antigos em atuação no Estado, 
funcionários, ao centenário de Otto de 
Britto Guerra e a entrega da Medalha Amaro 
Cavalcanti acontecerão às 19h no auditório 
do Centro de Operações da 
Justiça Eleitoral (COJE) em Morro Branco.

A Medalha é a comenda máxima conferida 

pela OAB/RN, uma única vez no prazo do 
mandato do Conselho, à grande 
personalidade da Advocacia Potiguar a quem 
tenha consagrado sua vida ao direito e à justiça. 
Na solenidade dos 80 anos, será entregue 
ao ex-presidente Carlos Roberto de Miranda Gomes.

A OAB/RN foi criada em 22 de outubro de 1932 e seu 

primeiro presidente foi Francisco Ivo Cavalcanti.
Homenageados:

• Ex-presidentes
FRANCISCO IVO CAVALCANTI
MANOEL VARELLA DE ALBUQUERQUE
JOSÉ ÁUREO LINS BAHIA
JOÃO MEDEIROS FILHO
SILVINO BEZERRA NETTO
DJALMA ARANHA MARINHO
CLAUDIONOR TELÓGIO DE ANDRADE
EIDER FURTADO DE MENDONÇA E MENEZES
VALDIR DA SILVA FREIRE
CARLOS ANTONIO VARELLA BARCA
ROBERTO BRANDÃO FURTADO
MARIA LÚCIA MACIEL GOMES NETO
MÁRIO MOACIR PORTO
ARMANDO ROBERTO HOLANDA LEITE
ADILSON GURGEL DE CASTRO
JOSÉ DE RIBAMAR DE AGUIAR
CARLOS ROBERTO DE MIRANDA GOMES
ODÚLIO BOTELHO MEDEIROS
HÉLIO XAVIER DE VASCONCELOS
CAIO GRACO PEREIRA DE PAULA
VALÉRIO DJALMA CAVALCANTI MARINHO
VICENTE VENÂNCIO DE OLIVEIRA
JOANILSON DE PAULA REGO
PAULO EDUARDO PINHEIRO TEIXEIRA

• Advogados
CLEOBULO CORTEZ GOMES
MEROVEU PACHECO DANTAS
JOSE MARIA GAMA DA CAMARA
MARIA MARGARIDA SIMPLICIO DE SOUZA
JUVENAL ESTEVAM DE ANDRADE
NATERCIA NUNES PROTASIO
MAURILIO BESSA DE DEUS
JOSÉ FIRMINO DE MORAIS
NIVALDO MORENO PINHEIRO
ANDRIER ABREU
EWERTON FLORENCIO DA COSTA

• Funcionários
REJANE GOMES MEIRA LIMA
MANOEL VITOR PEREIRA
MARIA NELI DE OLIVEIRA

Tit Informativo



NATAL É CITADA NA MÍDIA NACIONAL
Carlos Roberto de Miranda Gomes, advogado e escritor

Mais uma vez a cidade de Natal é manchete na mídia nacional, a teor do que publica a Folha de São Paulo deste derradeiro dia de novembro.
Infelizmente, a evidência não é pelo fato de ser a “Cidade do Natal”, nem mesmo do execrável Carnatal, ou roteiro turístico, mas pelo descaso, irresponsabilidade, incompetência do governo municipal, que se descurou do planejamento mais singelo, em relação às necessidades mais elementares e prioritárias, indispensáveis à sua sobrevivência.
Lixo nas ruas, buracos em monta, orla marítima sem conservação afastando os turistas, servidores sem pagamento, fornecedores idem, saúde pública comprometida e objeto de corrupção e agora, a bola da vez, a educação, que está à beira do recesso forçado, posto que sem professores, sem merenda ou merendeiros, tudo pela inadimplência irresponsável para com os que fazem a estrutura educacional do Município.
O que impressiona é a conivência do Prefeito de emergência, pois mantém nos postos secretários comprovadamente incompetentes, que estão apenas pastorando os cargos e recebendo subsídios, pois não tiveram competência para minimizar o caos e não mostraram a iniciativa de entregarem seus cargos.
Praticamente, o único Secretário em efetiva atividade, e com resultados visíveis, é o Procurador Geral Francisco Wilkie. Este merece respeito.
Natal em colapso, diz a matéria, a Prefeitura decreta estado de calamidade pública na saúde, Município sem aulas, sem professores, sem saúde, sem turistas, sem vergonha.
Enquanto isso, transfere recursos vultosos para a Câmara Municipal, que não assume as suas responsabilidades para intervir nessa situação sem controle.
Isto tudo é um desrespeito à população, um escárnio à coisa pública, um desgoverno imperdoável, um somatório de omissões.
Estamos atravessando a maior crise da nossa história e não se presta os devidos esclarecimentos de nada e a ninguém. Vivemos tempos terríveis, que nos lembram o clima da Revolução Francesa e a Queda da Bastilha.
Para tudo há um tempo certo, diz o livro do Eclesiastes – AGORA É TEMPO DE SE CRIAR VERGONHA.
E o governo do Estado que se cuide!



sexta-feira, 30 de novembro de 2012

O JH DEVE SER PRESERVADO
Carlos Roberto de Miranda Gomes, advogado e escritor

Nos últimos dias o assunto sobre a alienação do velho Estádio Juvenal Lamartine vem tendo espaço na mídia.
Há pronunciamentos favoráveis a uma permuta; outros em conservação e restauração; outros, ainda, pela transformação em um bosque e outras indicações.
O jornalista Albimar Furtado retratou bem o tema em seu artigo de hoje no Novo Jornal, recordando momentos históricos daquele equipamento público e fazendo ponderações racionais, onde conclui pelo aproveitamento das ideias da Professora Eleika Bezerra, reafirmada pelo Arquiteto Moacyr Gomes, no sentido de se fazer ali uma área verde. 
É por aí a solução.
Não se deve preservar simploriamente, mas oferecer um patrimônio da história local com sustentabilidade.
Primeiro, devem ser restauradas as arquibancadas originais, pois elas têm um modelo arquitetônico a ser preservado. O mais seria realmente arborizar convenientemente o local, com construção de restaurante, pequenas lojas e um museu do esporte, reservando-se a área da frente para estacionamentos, mas restaurando o pórtico de entrada e parte do muro da forma como foi inaugurado.
Lembrem-se do Bosque do Central Park de Nova York e outras dessas maravilhas que temos em algumas capitais no Brasil.
Vender prá que? Vamos respeitar, pelo menos um pouco, do que restou de um passado feliz desta cidade dos Reis Magos. Quem não lembra do parque de brinquedos da Praça Pedro Velho. Ali passei muitas tardes de domingo com os meus filhos. É inesquecível!
Poderíamos repetir no JL algo parecido. Parece até um sonho!
Tem razão Albimar - "Abra-se ao uso público e ela ficará repleta de gente, como estão hoje o Bosque dos Namorados e o Mangueirão". 
O velhinho aqui vai comprar mais uma briga, como já está fazendo junto a Valério Mesquita, para tornar o Instituto Histórico de Geográfico do Rio Grande do Norte, um equipamento para acesso público e preservação do seu acervo, através da digitalização de documentos e obras, de forma a permitir consultas e pesquisas através de computador, sem os riscos de desgaste dos originais.
Salvemos o nosso patrimônio, que é parte da história e, com essa providência restauremos nossos costumes, nosso folclore, nossos folguedos e nossas tradições.
O progresso só se justifica com a preservação da história, que constitui o amor à terra mãe.


quinta-feira, 29 de novembro de 2012

H O J E

EVENTO PROGRAMADO PELA 
UNIÃO BRASILEIRA DE ESCRITORES 
DO RIO GRANDE DO NORTE

NOITE DE AUTÓGRAFOS DE 

MARIA RIZOLETE FERNANDES, 


COTIDIANAS

DATA: 29-11-2012
HORA: 19H
LOCAL: ACADEMIA NORTE-RIO-GRANDENSE 
DE LETRAS


H O J E

JOÃO FAUSTINO LANÇA:

 EU PERDÔO


JOÃO FAUSTINO FERREIRA NETO

A partir das 19 horas, no Salão de Eventos 
Cardeal Sales 
(ao lado da Igreja de Santa Teresinha, 
da rua Rodrigues Alves). O professor e político, 
o autor revisita a “via crucis” a que foi submetido 
no decorrer do ano passado, quando foi envolvido
num escândalo que culminou com sua 
internação hospitalar, para cuidar do coração. 
O livro tem a apresentação do senador Aloysio 
Nunes Ferreira e é prefaciado pelo advogado, 
escritor e poeta Diógenes da Cunha Lima. 
O professor relata ao longo de mais de duzentas
páginas, as idas e vindas de sua luta para 
limpar seu nome, inclusive transcrevendo 
artigos e crônicas que foram publicados em 
jornais locais em seu favor. 
EDILSON JÚNIOR CONVIDA




ESA divulga programação dos cursos telepresenciais no mês de dezembro

A Escola Superior de Advocacia da OAB/RN realizará cursos telepresenciais gratuitos no mês de dezembro, na sede da Seccional Potiguar, com os seguintes temas: visão tradicional e moderna dos contratos, novas Súmulas do Tribunal Superior do Trabalho e Teoria Geral do Processo Judicial Eletrônico. As aulas serão ministradas por renomados profissionais e são voltadas para advogados, estudantes e interessados.

As inscrições já podem ser feitas pelo e-mail esa@oab-rn.org.br, bastando encaminhar nome e telefone, e doar 02 kg de alimentos não perecíveis, no primeiro dia do curso, para serem encaminhados à instituição de caridade. Agende-se e participe.

Cursos Telepresenciais - Transmissão via satélite
Horário: 9h e 18h (veja programação na íntegra)
Inscrições: 02 kg de alimentos não perecíveis – na sede da OAB/RN
Local: Auditório da OAB/RN
Informações: (84) 4008-9400 - esa@oab-rn.org.br

quarta-feira, 28 de novembro de 2012


NOVA DIRETORIA DO IHGRN VEM FAZENDO REUNIÕES PREPARATÓRIAS PARA A SUA GESTÃO SOB A DIREÇÃO PRESIDENTE VALÉRIO MESQUITA

OS PRESIDENTES 
(FUTURO) VALÉRIO MESQUITA E 
(ATUAL) JURANDYR NAVARRO.
VALÉRIO MESQUITA E ORMUZ SIMONETTI.
GEORGE VERAS, CARLOS GOMES, 
LÚCIA HELENA, TOMISLAV
 FEMINICK, ORMUZ SIMONETTI,
ODÚLIO BOTELHO E VALÉRIO 
MESQUITA, NA ENTRADA DO IHG/RN.
VALÉRIO, ORMUZ E JURANDYR NAVARRO.
CARLOS GOMES, ODÚLIO BOTELHO 
E LÚCIA HELENA PEREIRA.
JURANDYR NAVARRO E TOMISLAV
FEMINICK
PLENÁRIO
GRUPO REUNIDO DESTE 27-11-2012.
PRESENÇA DO JORNALISTA DA 
TRIBUNA DO NORTE - YUNO SILVA, 
FAZENDO
MATÉRIA COM OS DIRIGENTES 
DO IHG/RN.
 PESQUISADOR JOÃO FELIPE 
DA TRINDADE E VALÉRIO MESQUITA.

DLAGRANTE DA REUNIÃO


A UBE/;RN, ATRAVÉS DO SEU PRESIDENTE, INFORMA COM TRISTEZA, O FALECIMENTO DE RAIMUNDO SOARES DE BRITO, EM 27-11-2012.

 UNIÃO BRASILEIRA DE ESCRITORES/RN
RAIMUNDO SOARES DE BRITO

O PRESIDENTE DA UBE/RN - 
DR. EDUARDO GOSSON - 
SOLIDARIZA-SE COM OS FAMILIARES E 
TODA A CLASSE CULTURAL, HISTÓRICA E 
LITERÁRIA DO RN, PELO FALECIMENTO DE
 RAIMUNDO SOARES DE BRITO, OCORRIDO 
ONTEM, 27-11. 
O VELÓRIO ACONTECEU NO CENTRO DE
VELÓRIO DA RUA SÃO JOSÉ, ATÉ ÀS 5 
DESTA MANHÃ - 28-11, EM NATAL. 
E O TRASLADO
 DO CORPO SEGUIU EM 
CARAVANA 
PARA O SEPULTAMENTO NO 
CEMITÉRIO NOVO 
DE MOSSORÓ/RN. 
 FICAM OS EXEMPLOS DO GRANDE E 
NOBRE ESCRITOR, NOTÁVEL 
HISTORIADOR MOSSOROENSE - 
RAIMUNDO SOARES DE BRITO.

H O J E
EVENTO PROGRAMADO PELA 
UNIÃO BRASILEIRA DE ESCRITORES 
DO RIO GRANDE DO NORTE


MEMÓRIA DE UMA TRÍPLICE JORNADA

C O N V I T E

O presidente da UBE/RN - Eduardo Antonio 
Gosson - 
tem a satisfação de convidar para a noite de 
autógrafos de 
Espedito Moreira de Mello
lançando: "Memórias de uma Tríplice Jornada". 
O autor, aos oitenta anos, descobre-se escritor, 
produzindo um livro de excelente qualidade. 
É o livro vol. 01, da Coleção Enélio 
Petrovich (História/Memória). 
Orelhas do escritor J. de Castro, 317 págs. 

Data: 28.11.2012 - Hora: 18h 
Local: Aademia Norte-Rio-Grandense de Letras

terça-feira, 27 de novembro de 2012


Assaltantes renderam vigilante e roubaram pertences de funcionárias.
Crime foi registrado no final da tarde desta terça (27), em Cidade Alta.

Assaltantes armados invadiram o prédio anexo da Ordem dos Advogados do Brasil do Rio Grande do Norte, no bairro de Cidade Alta, em Natal, e realizaram um arrastão no local, de acordo com a assessoria da própria entidade e a Polícia Militar.
O crime foi registrado no final da tarde desta terça-feira (27). Os criminosos, ainda de acordo com o informado, renderam o vigilante e levaram os pertencentes de algumas funcionárias que estavam no prédio anexo da OAB.
Ao G1, o comandante geral da PM, coronel Francisco Araújo Silva, revelou que os suspeitos são dois jovens ainda não identificados, mas é possível a participação de um terceiro. “Recebemos a informação de que dois entraram, mas acreditamos que, possivelmente, existia mais um dando apoio do lado de fora”, disse ele.
“Os delinquentes fugiram para o Paço da Pátria e estamos em diligência para localizá-los”, acrescentou o comandante.
Minha pergunta é quando o governo vai nomear os aprovados do concurso da policia militar e civil ??? Até quando vamos ficar sustentando vagabundos??? 
Fonte: G1