sábado, 31 de dezembro de 2016

Vivemos os últimos instantes do ano de 2016, de triste memória em todos os sentidos - seja porque tivemos a crise institucional do Brasil, pela revelação de escândalos em larga escala e a denúncia de velhos e novos corruptos, que surrupiaram os nossos recursos e violaram a Carta Constitucional.
Em meus 77 anos de existência nunca tive tanta vergonha de nossos dirigentes.
Perdemos grandes figuras de valor, tivemos tragédias e quase perdemos a esperança.
Mas acredito, que a nossa coragem, perseverança e capacidade de suportar as adversidades de toda ordem nos indicarão um horizonte de recuperação em 2017.
VAMOS TRABALHAR PARA ISSO.
UM GRANDE ABRAÇO AOS MEUS AMIGOS E ELEITORES.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

COMENTÁRIOS NO FINDAR DO ANO



28/12/16:  Vejam o que o que Sergio Reis escreveu hoje em jornal
Diário de São Paulo
Sergio Reis, cantor sertanejo em Carta publicada no jornal Diário de São Paulo
”Lutei contra a ditadura, sim! Tomei borrachadas, engoli gaz lacrimogênio, corri da cavalaria na Av. São João em direção à Praça Antonio Prado e à Praça da Sé. 
Participei das perigosas assembléias dos sindicatos, onde milicos escondidos na massa guardavam na memória o rosto dos mais exaltados. 
Arrisquei o emprego, pichei muro com o slogan “Abaixo a Ditadura”. 
Distribui panfletos. 
Morri de medo. 
Chorei quando anunciaram a devolução do poder ao povo: eu e mais alguns milhões.
Hoje, vendo pessoas morrendo em filas de hospitais, bandidos matando por R$ 10, pessoas andando feito zumbi nas ruas por causa das drogas, adolescentes que não sabem quanto é 6 x 8, meninas de 14 anos parindo filhos sem pais, toda a classe política desse país desfilando uma incompetência absurda, o nosso país sendo ridicularizado por tantos escândalos...
Eu peço perdão ao Brasil pela porcaria que fiz...
Deveria ter ficado em casa.”
REAJUSTE DE APOSENTADORIA
Eu só gostaria de saber qual a justificativa para o fato de o bolsa família, onde ninguém trabalha, ter o dobro do aumento dos aposentados que trabalharam a vida toda.
SOMOS mais de trinta milhões de aposentados! Não podemos admitir que distribuam o nosso dinheiro a quem nunca trabalhou 35 anos na vida( esta é a lei !).

Policial *R$ 3.660,00* - Para arriscar a vida;

Bombeiro *R$ 3.960,00* - Para salvar vidas;

Professor *R$ 2,200,00* - Para preparar para a vida;

Médico *R$ 9.260,00* - Para manter a vida;

E o deputado federal? 
💰 *R$ 26.700,00* + *R$ 94.300,00 (verba de gabinete) + 53.400 ( auxílio paletó) + 5.000,00 (combustível) + 22.000 ( auxílio moradia) + 59.0000 (passagens aéreas) , + 17.997,00 ( auxílio saúde) + 12.100,00 (auxílio educação ) + 16.400,00 ( auxílio restaurante) + 13.400,00 (auxílio cultural), e mais auxílio dentista, auxílio farmácia e outros,*, para LASCAR a vida dos outros! 

E o trabalhador *R$ 880,00* para sustentar a família.

Será que o problema do Brasil são os aposentados?  publique!!!😡

Se você repassar para somente 2 amigos nas primeiras horas, em 28 horas toda a população brasileira de aposentados vai tomar conhecimento deste ABSURDO.

OBS. O Professor Adilson Gurgel, complementou: Problema maior foram as desoneraçoes fiscais graciosas (em sua quase totalidade) e que chegaram a R$ 800 bilhões!!! Com um quarto disso, resolvia todo suposto rombo da previdência social!

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

A PREFEITURA DE NATAL FALHA


Aproveito este espaço para lamentar a inexplicável falha da Prefeitura Municipal do Natal em alardear a distribuição dos carnês do IPTU 2017 para pagamento antecipado até o dia 23 passado, com um desconto de 22%.
Fiquei na expectativa do recebimento dos documentos para gozar do benefício fiscal, mas infelizmente, até a presente data, aqui no Barro Vermelho onde moro nada chegou. Perdi a oportunidade de fazer alguma economia, sobretudo em razão dos tempos difíceis pelos quais estamos atravessando, ao mesmo tempo em que a Prefeitura teria a oportunidade de melhorar a sua arrecadação.
O fato não ocorreu somente comigo, os meus vizinhos também reclamaram o não recebimento.
Fato consumado, resta somente pedir um pouco mais de competência dos que regem as finanças municipais. Não começa bem 2017!

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Quero brindar os meus diletos amigos, com o belíssimo trecho do livro de Assis Câmara, com um forte e fraternal abraço. W. Leiros

Do livro de Assis Câmara

 “O SILÊNCIO DE DEUS”
(da sensação de abandono
ao consolo da esperança)
 
 
Epílogo – pg. 76
 
 
“Onde é que estava Deus? Quem há de responder?
A mesma voz ainda clama no deserto,
E muito gritará, e não verá, por certo,
Sinais da divindade, pronta a interceder.
Somente quando o homem se tornar fraterno
Aprenderá a ouvir a voz de um Deus paterno,
Sentindo a relação de amor prevalecer.”

domingo, 25 de dezembro de 2016

RAIOU NO HORIZONTE A ESPERANÇA






Dia do nascimento do CRISTO. Instante em que todos se confraternizaram no amor ao próximo, por mais humilde que fosse a casa de cada um, o espírito do NASCIMENTO DO MENINO DEUS se fez presente. Resta agora cultivar essa solidariedade por todo o ano novo que vai chegar, mesmo que em intensidade menor, mas com a chama permanentemente acesa. É nos momentos de tormenta que deve ser mais forte a união de todos para não deixar que as intempéries levem nenhum de nós, pois todos somos importantes aos olhos de DEUS e da vida. Sem demagogia ideológica, vamos transformar o mundo e melhorar a qualidade de vida do povo através da busca da igualdade. AGORA É TEMPO DE FAZER PROJETOS PARA 2017.

sábado, 24 de dezembro de 2016

FELIZ NATAL




UM PRESENTE DE NATAL

CARLOS ROBERTO DE MIRANDA GOMES, escritor.

O NATAL, no seu significado verdadeiro, é a renovação do MENINO DEUS em nossos corações, através de uma reflexão do quanto vivido e perspectivas para o porvir.
Com isso, temos a oportunidade de fazer as retificações necessárias para a continuidade do correto caminhar em todas as trilhas e caminhos da vida e, por tal razão, agradecemos a dádiva de ainda estarmos nesta dimensão da existência e no convívio com os mais queridos.
Por tudo isso, emerge no mês do nascimento do CRISTO, independentemente de sermos cristãos ou não, um clima de confraternização onde nos acostumamos a dar e receber presentes.
Essa troca de benesses não é necessariamente, de presentes físicos, mas igualmente de gestos largos, reconciliação, solidariedade, gratidão, reconhecimento, um abraço, uma palavra, uma mensagem, enfim, algo que traga conforto e alegria para quem dá e quem recebe.
Isso nunca faltou no lar de Dr. José Gomes e Dona Ligia, razão pela qual os seus descendentes mantêm o costume ou tradição. Registro o êxtase da infância ao verificar, após uma noite de jantar especial, no amanhecer do dia seguinte, debaixo da cama ou rede, no dia de Natal, de encontrar sempre alguma coisa: um calçado ou uma roupa nova - no tempo das vacas magras (que muito se repetiu), ou uma bola, um velocípede ou, aquilo que mais me encantava: alguns soldadinhos de chumbo dentro de uma caixa de charuto. Pensar nisso faz retornar emoção!
Mas, retornando ao texto, gostaria de revelar o nosso presente deste Natal: após cerca de 10 dias passados, desapareceu da nossa casa a gatinha “Rabuda”, assim chamada pela beleza da sua cauda. Dias de aflição e buscas, depois de tristeza e saudade. No entanto, no início da semana natalina, eis que pelas 22 horas ouviu-se um miado e ao encontro daquele som já familiar, lá estava a menina ao pé do portão. Foi uma explosão de alegria seguida de um lauto jantar e uma noite de sono solto e gratidão a Deus por esse presente inusitado.
Acredito que receberei algumas críticas por me dar a falar sobre algo, aparentemente tão trivial. Eu as perdoo, pois nada mais confortante do que um sentimento verdadeiro, simples, mas que preenche de alegria um casal idoso, que ainda conserva dessa longa caminhada, aquilo que representa amor em todas as dimensões.
  Estamos agradecidos a DEUS pela sua infinita bondade em nos devolver a filha pródiga ou, talvez, recolhida inadvertidamente por alguém que passava, mas que soube tratá-la bem e com carinho e por isso tem a nossa gratidão. Mas nossa gatinha preferiu o amor dos seus hospedeiros permanentes.


FELIZ NATAL A TODOS.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

H O J E


SINVAL COELHO


HOJE
18 h
PALÁCIO POTENGI
(PINACOTECA DO ESTADO)

DESPEDIDA E CONFRATERNIZAÇÃO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL
SECCIONAL DO RIO GRANDE DO NORTE

FOI UM ANO MUITO DIFÍCIL, MAS COM A PROTEÇÃO DE DEUS CHEGAMOS AO SEU FINAL, COM ESPERANÇA DE DIAS MELHORES EM 2017.
REGISTRAMOS NESTE FINDAR DE ANO A DESPEDIDA DOS ADVOGADOS AO VELHO E CENTENÁRIO PRÉDIO DA AVENIDA JUNQUEIRA AIRES (CÂMARA CASCUDO), EM UMA SESSÃO EMOCIONAL DE SAUDADE.


 CARLOS GOMES E O PAINEL DE QUADRO DO ARTISTA ARTHUR SEABRA
 COMPARECERAM VÁRIOS EX-PRESIDENTES (MEMBROS HONORÁRIOS VITALÍCIOS): EIDER FURTADO, ARMANDO HOLANDA, ADILSON GURGEL, JOSÉ DE RIBAMAR, CARLOS GOMES, JOANILSON DE PAULA REGO, PAULO EDUARDO TEIXEIRA E SÉRGIO DA COSTA FREIRE, QUE FORAM RECEPCIONADOS E HOMENAGEADOS PELO ATUAL PRESIDENTE PAULO COUTINHO.


DOUTOR EIDER NO MOMENTO EM QUE RECEBIA A CÓPIA DO SEU REQUERIMENTO DE INSCRIÇÃO NA OAB-RN
 FLAGRANTE DE ALGUNS HOMENAGEADOS

 A COMISSÃO QUE SUGERIU A HOMENAGEM COM O MHV CARLOS GOMES
 DOUTOR EIDER, UM DOS ORADORES DA SOLENIDADE
 CARLOS GOMES FALOU SOBRE A HISTÓRIA DAS DIVERSAS SEDES DA OAB-RN
 VISTA GERAL DA MESA DOS TRABALHOS


CONFRATERNIZAÇÕES
 ACADEMIA DE LETRAS JURÍDICAS DO RIO GRANDE DO NORTE
ALEJURN
SOB O COMANDO DE LÚCIO TEIXEIRA


 NO LARGO VICENTE LEMOS, A ALEGRIA DOS SÓCIOS DO 
INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO DO RIO GRANDE DO NORTE, SOB O COMANDO DO PRESIDENTE ORMUZ BARBALHO SIMONETTI.
 CANTO E POESIA OFERTADOS POR ORMUZ, ROBERTO LIMA E ASSIS CÂMARA
 OS AMIGOS DO IHGRN, GUGA, ALZIRA  E ANTONIO LUIZ

O INSTITUTO POTIGUAR DE DIREITO TRIBUTÁRIO IPDT
PRIMEIRA CONFRATERNIZAÇÃO

 A COMEMORAÇÃO FOI COMANDADA POR KAROL, ELEITA PRESIDENTE PARA O PRÓXIMO BIÊNIO.


FELIZ NATAL
VENTUROSO ANO NOVO 

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Av. Junqueira Aires, nº 478 - Cidade Alta (hoje Av. Câmara Cascudo)


Foi a partir da vitória do advogado Eider Furtado de Mendonça e Menezes, como novo Presidente (1969-1977) que o fato aconteceu.
Nesse período administrativo, em assembleia geral extraordinária realizada no dia 16 de abril de 1974, o Presidente esclareceu que a convocação dizia respeito ao pedido de autorização da Corporação dos Advogados para realizar a permuta da atual sede da Rua da Conceição, que seria demolida para ali ser erguida a sede do Poder Legislativo, pelo prédio onde funcionava então o Tribunal de Justiça do Estado, na Av. Junqueira Ayres, aprovada por unanimidade, mas a transação somente foi efetivada em 1978, quando já presidente Valdir da Silva Freire (1977-1979), seguindo-se Carlos Antônio Varela Barca (1979-19810, Roberto Brandão Furtado (1981-1983), Maria Lúcia Maciel Gomes Neto (interina maio/novembro de 1982), Mário Moacyr Porto (1983-1985), Armando Roberto Holanda Leite (1985-1987), Adilson Gurgel de Castro (1987, renunciando e assumindo José de Ribamar de Aguiar 1987-1989), Carlos Roberto de Miranda Gomes (1989-1991), Odúlio Botelho Medeiros (1991-1993), Hélio Xavier de Vasconcelos (1993-1995), havendo o retorno de Adilson (1995-1998), Caio Graco Pereira de Paula (1998 a 2001), Valério Djalma Cavalcanti Marinho (2001-2004), Joanilson de Paula Rêgo (2004-2006), novamente Adilson (2006-2007), Paulo Eduardo Pinheiro Teixeira (2007-2013), Sérgio da Costa Freire (2014-2016) e finalmente Paulo de Souza Coutinho Filho, que tomou posse em 2016. E aqui ficamos até a presente data.
Várias reformas importantes foram feitas por Varella Barca, Mário Porto e Adilson Gurgel. Nosso primeiro Estatuto, grandes movimentos cívicos, presença das mais eminentes figuras do mundo jurídico do Brasil, mas também instantes de incerteza e querelas intestinas. 
O prédio foi projetado pelo Arquiteto Herculano Ramos, contratado pelo Governador Augusto Tavares de Lyra pela quantia de 69.0ll$730 (sessenta e nove contos, onze mil, setecentos e trinta réis), sob a inspiração da “art nouveau” e com uma área total de 864,42 m2, para abrigar o Congresso Legislativo Estadual, conforme promessa do Governador quando da abertura a sessão legislativa em 14 de julho de 1905, tendo cumprido o prometido com a inauguração ocorrida em 1906, um ano após iniciadas as obras, conforme placa explicativa na parte interna de sua entrada principal. Com o fechamento das Casas Legislativas em virtude da Revolução de 1930 o prédio foi transferido para servir de sede do Tribunal de Justiça do Estado a partir de 1938 até que a Corte foi transferida para novas instalações, ali ficando apenas seu arquivo. Dessa forma, quando a Assembleia Legislativa, a sua efetiva proprietária, necessitou construir a sua atual sede, o então Presidente Ezequiel Ferreira de Souza fez a proposta de permuta em 2 de abril de 1974 e oficializada em 1975, mas a mudança só se concretizou em 28 de agosto de 1978. O prédio foi tombado pelo Patrimônio Histórico Estadual pelo processo, que recebeu o nº 261/91- Fundação José Augusto, concluído com a edição da Portaria nº 253/92-Secretaria de Educação e Cultura do Estado do Rio Grande do Norte, publicada no DOE de 31 de julho de 1992.   

Hoje assistiremos a última sessão da OAB/RN nesse histórico prédio. Será às 17 horas. Vamos prestigiar a despedida.


quarta-feira, 21 de dezembro de 2016


Convite

A Cooperativa Cultural têm o prazer de convidá-lo para o lançamento dos livros DITADURAS DO CINEMA e ENSINO DE HISTÓRIA E POÉTICAS - BASEADO EM FATOS IRREAIS MA NON TROPPO, do autor Marcos Silva. Professor Titular de Metodologia da História na FFLCH/USP. Publicou 7 livros individuais, dentre eles RIMBAUD ETC. - HISTÓRIA E POESIA (Hucitec, 2012), e organizou 15 coletâneas, uma delas é HISTÓRIA - QUE ENSINO É ESSE? (Papirus, 2013). 

 

Obras

DITADURAS DO CINEMA 

Comenta filmes brasileiros que, a partir de 1965, tematizaram a ditadura no Brasil, em diferentes gêneros cinematográficos (drama político, documentário, comédia, musicais etc.). Aborda obras feitas até 2006.


ENSINO DE HISTÓRIA E POÉTICAS

Discute as relações entre Ensino de História e diferentes linguagens artísticas (teatro, caricatura, cinema, literatura, música popular, quadrinhos). Enfatiza essas relações como diálogos entre interpretações e aberturas de novas possibilidades analíticas da História.



Local
Cooperativa Cultural

Centro de Convivência Djalma Marinho/Campus Central UFRN
 

DATA E HORA

22 de Dezembro (Quinta- Feira), às 16:00h 

 

Sejam todos bem-vindos ao lançamento!

Campeão da Tesoura


Xikinho´s, costureiro



Gustavo Sobral entrevista o costureiro Xikinho´s
(fotografia Angela Almeida)

Ele recebe sorrindo e bem vestido, sempre. Gravata é essencial. Debruçado sobre a mesa de trabalho, cortes de tecido, ternos por fazer, ternos prontos. Conhece toda a cidade, inclusive as passadas. E sentencia: “faz a roupa que você deseja. A moda é você quem faz”. Para encontra-lo: Ed. Barão do Rio Branco, 1º andar, salas 103/104.

GS: O que é elegância?
X: elegância é bem estar.

GS: O que é um corte?
X: aquele que revela que você tem bom gosto.

GS: Qual é a medida certa?
X: é aquela que mantêm o conforto do cliente.

GS: Qual é o papel do tecido?
X: estar na medida certa com o clima local.

GS: O que é um terno?
X: três peças: paletó, colete e calça. Um duque são duas peças.

GS: Quem você veste?
X: Natal inteira e quem tem bom gosto.

GS: O que é estar na moda?
X: é estar se sentindo bem com que se veste.

GS: Quais são os instrumentos de trabalho do costureiro?
X: tesoura, agulha e cabeça.

GS: Por onde começa uma roupa?
X: pelas medidas.

GS: Qual o segredo do seu oficio?
X: o pulo do gato: lhe satisfazer!

GS: Quem se veste bem?
X: Quem tem bom gosto.

GS: O que é melhor de vestir?
X: aquilo que lhe satisfaz.

GS: Como usar melhor o terno?
X: de acordo com o clima e o momento do dia. Preto no meio do dia pode ser uma gafe, mas sabendo jogar, você pode se sair muito bem.

GS: O pedido mais inusitado?
X: uma vestia de couro como dos antigos vaqueiros do sertão.

GS: Qual a maior satisfação do costureiro?
X: é quando o cliente veste o terno em frente ao espelho e sem dizer uma palavra, sorri.

GS: O que é preciso para criar?
X: o mérito de conseguir com o que o cliente se sinta o dono da roupa.

GS: Quem é Xikinhos por Xikinhos?

X: é este cara assim que você está vendo.

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

A ANRL TEM NOVO IMORTAL




Em Assembleia Geral Eleitoral ontem realizada, a ACADEMIA NORTE-RIO-GRANDENSE DE LETRAS escolheu o seu novo imortal - LÍVIO OLIVEIRA, que obteve 25 votos de um universo de 36 eleitores e 34 votantes.



PARABÉNS AO NOVO ACADÊMICO.

A propósito, recebemos do candidato ORMUZ BARBALHO SIMONETTI, que recebeu 9 sufrágios, a seguinte mensagem, que vai aqui transcrita.

Aos Integrantes da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras,

Aos confrades das diversas Instituições a que pertenço e,
Aos amigos. 

Gostaria de agradecer aos Acadêmicos que fizeram opção pelo meu nome para a Cadeira de número 15 dessa Academia, que foi brilhantemente ocupada pelo Ministro Francisco Fausto.

O meu concorrente nessa eleição, o poeta Lívio Oliveira sagrou-se vencedor, numa eleição onde a democracia, o respeito e a independência estiveram sempre presentes.

Louvável o resguardo à concorrência entre candidatos com possibilidade de serem eleitos, situação nem sempre presente em algumas eleições da ANRL, situação que espero passe a ser agora o paradigma.

Era habitual a ausência de concorrentes, mercê da divulgação antecipada de nomes da simpatia de alguns, motivando a retração de interessados ou quando não gozavam da preferência dos mesmos, sendo aconselhados a retirar suas candidaturas.

Em meu pensar, a derrota se apresenta no momento em que um pretendente admite essa submissão.  O válido é a disputa, sujeitando os disputantes à vitória ou derrota. Nada mais comum.  Tanto é assim que recentemente a Academia Brasileira de Letras não conseguiu preencher vaga existente pela concorrência igualitária dos pretendentes. Parabéns.

Minha candidatura teve como principal objetivo a quebra daquele paradigma superado, embora fosse uma grande honra se resultasse o escolhido para ocupar a cadeira de número 15, cujo Patrono é o ilustre homem público Pedro Velho. Entretanto, digo aos Ilustres Acadêmicos que vencida essa etapa retorno o meu foco para o Instituto Histórico e Geográfico do RN, onde tenho um grande trabalho pela frente junto com meus companheiros de luta. 

Farei tudo o que estiver ao meu alcance para cumprir a promessa que fiz no dia 29 de março de 2016 quando assumi a Presidência da Casa da Memória, oportunidade em que proclamei, com a ajuda de todos os confrades, manter uma luta diária para o melhoramento daquela Instituição, tornando-a até o fim do meu mandato, num dos mais modernos Institutos Históricos do nosso País.

Dessa forma, espero que doravante, a concorrência livre seja a diretriz para o preenchimento de novas vagas, preservando o direito de todos e resguardando o respeito entre os pretendentes.


Natal, 19 de dezembro de 2016.

Receba, também, os nossos parabéns pelo gesto.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

HOJE



AGENDA   
19 de dezembro de 2016 (segunda-feira)
16h
Necrológio Saudação de Louvor
Necrológio Saudação de Louvor à Carlos Ernani Rosado Soares, será proferida pelo Acadêmico Cláudio Emerenciano.


   

Academia Norte-rio-grandense de  Letras
                          Ad  Lucem Versus – Rumo á Luz
                                           1936-2016

CONVITE
Sessão In Memoriam
O Presidente da a Academia Norte-Rio-Grandense de Letras - ANRL convida V.Sa. e Exma. Família para a Sessão, em homenagem ao Imortal  Ernani Rosado terceiro sucessor da cadeira 2, que tem  como patrona Nísia Floresta,   fundador Henrique Castriciano, primeiro sucessor  Hélio Galvão, segundo sucessor Grácio Barbalho, e Ernani Rosado seu último ocupante. 
 Necrológio Saudação de Louvor, ao imortal Carlos Ernani Rosado Soares será proferida pelo Acadêmico Cáudio Emerenciano.
   19 de Dezembro de 2016  (segunda-feira) às 16 horas
Na Academia Norte-Rio-Grandense de Letras – Térreo
Diogenes da Cunha Lima
Presidente


17h
ELEIÇÕES PARA A VAGA DA CADEIRA nº15
Candidatos:
Ormuz  Simonetti

Lívio Oliveira

Naide Gouveia



18h
LANÇAMENTO DA REVISTA DA ANRL nº 49

domingo, 18 de dezembro de 2016






IDEOLOGIAS
 
começamos a nos afastar do século XIX
alguns dos nossos naufragaram ontem
outros ainda naufragam
o maná do deserto não chega ao mar
que se mantém revolto
mas as horas incertas se dissipam
como nuvens nas águas
 
o canto das sereias virou fábula
ensinada aos que não querem ver
 
quem ousará dizer à fonte
que ela não secará
mas jamais será a mesma?
 
 

                                   (HORÁCIO PAIVA)

sábado, 17 de dezembro de 2016

H O J E - DIA 17





Gê Macedo
Gê Macedo
CONVITE
FLIN - Festival Literário de Natal
Seminário das Academias de Letras Potiguares
Sábado (dia 17), às 10 horas.

Programação:

> 10:00 horas - Abertura;
> 10:20 horas - O Papel das Academias, pronunciamento do escritor Diógenes da Cunha Lima, Academia Norte-riograndense de Letras;
> 10:40 horas - Planos de Incentivo à Leitura, exercícios de cidadania;
> 11:00 horas - Criação da Federação das Academias de Letras do RN, por Carlos Gomes;
> 11:20 horas - Palavra das Academias Presentes;
> 11:50 horas - Encerramento.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

DIA 19


EM DIA COM A ACADEMIA Nº 32 DE 2/12/2016
Cuidando da Memória Acadêmica
“Ad  Lucem Versus – Rumo à Luz”

Aniversariantes do mês de dezembro:
Parabéns aos aniversariantes!!!

                             Dezembro

DIVA CUNHA -  Cadeira 30
10/12
PAULO MACEDO -  Cadeira 10
VICE - PRESIDENTE
29/12

AGENDA   
19 de dezembro de 2016 (segunda-feira)
16h
Necrológio - Saudação de Louvor
Necrológio - Saudação de Louvor à Carlos Ernani Rosado Soares, será proferida pelo Acadêmico Cláudio Emerenciano.

17h
ELEIÇÕES PARA A VAGA DA CADEIRA nº15
Candidatos:
Ormuz  Simonetti
Lívio Oliveira
Naide Gouveia



19 de dezembro de 2016 (segunda-feira)

18h
LANÇAMENTO DA REVISTA DA ANRL nº 49
ACADÊMICA LEIDE CÂMARA
SECRETÁRIA GERAL
      



Academia Norte-rio-grandense de  Letras
                          Ad  Lucem Versus – Rumo á Luz
                                           1936-2016

CONVITE
Sessão In Memoriam
O Presidente da a Academia Norte-Rio-Grandense de Letras - ANRL convida V.Sa. e Exma. Família para a Sessão, em homenagem ao Imortal  Ernani Rosado terceiro sucessor da cadeira 2, que tem  como patrona Nísia Floresta,   fundador Henrique Castriciano, primeiro sucessor  Hélio Galvão, segundo sucessor Grácio Barbalho, e Ernani Rosado seu último ocupante. 
 Necrológio - Saudação de Louvor, ao imortal Carlos Ernani Rosado Soares será proferida pelo Acadêmico Cáudio Emerenciano.
   19 de Dezembro de 2016  (segunda-feira) às 16 horas
Na Academia Norte-Rio-Grandense de Letras – Térreo
Diogenes da Cunha Lima
Presidente